Erro de cálculo no transporte escolar pode gerar gasto aos cofres públicos

Licitação feita em 2012 teria calculado um número maior de estudantes do que o transportado por empresa vencedora do pregão. Com isso, prejuízo teria que ser pago pela prefeitura.

08/11/2017 20:00

Confira os detalhes na reportagem: 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.